«« Voltar
Eficácia do extrato etanólico das folhas da cagaita (Eugenia dysenterica DC) em modelo animal de síndrome metabólica
Protocolo do SIGProj:   180216.847.55056.19112014
De:19/11/2014  à  27/02/2016
 
Coordenador-Extensionista
  Lidiani Figueiredo Santana
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  FAMED - Faculdade de Medicina
Unidade de Origem
  PPGSD - Programa de Pós-Graduação em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro Oeste
Resumo da Ação de Extensão
  A obesidade é uma patologia de caráter multifatorial, que leva ao acúmulo de tecido adiposo, principalmente visceral podendo contribuir para o desencadeamento da síndrome metabólica. Para diagnóstico, é necessária a presença de pelo menos três dos cinco componentes: adiposidade abdominal aumentada, hipertrigliceridemia, redução da concentração sérica de HDL-colesterol, pressão arterial e glicemia de jejum elevadas. Concomitante, em casos de eventos ateroscleróticos a qual caracteriza-se por um processo inflamatório crônico da parede vascular surte a elevação de marcadores inflamatórios séricos. O conhecimento popular relata o uso das folhas da cagaita (Eugenia dysenterica DC.) para tratamento da diabetes. Estudos comprovaram que a cagaita apresenta elevados teores de derivados de quercetina glicosilada, sendo a mesma um potencial inibidor das enzimas que metabolizam os carboidratos, o que justificaria o uso popular. A alta capacidade antioxidante (presença de vitamina C), e a presença de compostos fenólicos (flavonoides e taninos) aos quais são atribuídos efeitos benéficos para os tratamentos de várias patologias, dentre elas a hipertensão arterial e o processo inflamatório em geral, ratifica o provável efeito sobre a síndrome metabólica. Sabendo, portanto, que a obesidade e seus transtornos metabólicos têm alcançado prevalências alarmantes, e dos potenciais efeitos do uso das folhas da cagaita (Eugenia dysenterica DC.) na prevenção ou tratamento de tais desordens, o desenvolvimento dessa pesquisa pode contribuir para o conhecimento científico acerca de tratamento para tais desordens, sendo o mesmo mais eficaz e acessível à população, valorizando plantas que possuem grande disponibilidade no Brasil, como é o caso da cagaita
Palavras-chave
   Síndrome metabólica, extrato etanólico, folhas, Eugenia dysenterica
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar