«« Voltar
Programa Estudos de Alteridade e Tradução (Cópia) 17-03-2014
Protocolo do SIGProj:   175141.790.163234.24032014
De:08/05/2014  à  08/01/2015
 
Coordenador-Extensionista
  Henrique de Oliveira Lee
Instituição
  UFMT - Universidade Federal de Mato Grosso
Unidade Geral
  IE - Instituto de Educação
Unidade de Origem
  DPSI - Departamento de Psicologia
Resumo da Ação de Extensão
  O programa “ Estudos de Alteridade e Tradução” articula, inicialmente, três frentes de trabalho. A primeira frente tem por objetivo realizar traduções como um meio para produção e/ou acesso à referências bibliográfica, tradução para legendar materiais em vídeo, como palestra, conferências e documentários, gerando como produto final a publicação de material didático e bibliográfico. A segunda frente, “Saberes locais em circulação global”, tem por objetivo oferecer trabalhos de tradução e revisão de tradução para pesquisadores e acadêmicos da UFMT que pretendem publicar ou apresentar seus trabalhos em meios internacionais. A terceira frente trata da tradução de documentação necessária ao estudante da UFMT para realização de intercâmbios no exterior e inversamente, a tradução de documentos necessários aos estudantes estrangeiros em intercâmbio na UFMT.
Palavras-chave
   Tradução, Ensino Superior, Estudos da Alteridade, Intercâmbio Acadêmico
Público-Alvo
   Algumas observações devem ser feitas com relação ao público geral beneficiado por este programa. Parte deste público pode ser estimada de modo preciso, e outra parte pode ser estimada apenas por aproximação. Por exemplo, no projeto 'Tradução e democracia radical' podemos indicar que o material será diretamente utilizado por alunos de, pelo menos, dois programas de Pós-Graduação da UFMT, PPGE (Programa de pós-graduação em Educação) e PPGEL (Programa de pós-graduação em Estudos da Linguagem), e também por alunos do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFMG. E alunos do curso de graduação em Psicologia da UFMT e da UFMG. Soma-se a este número, outros pesquisadores, docentes e discentes, que potencialmente podem estar interessados. Na UFMG podemos calcular pelos menos 4 docentes de pós-graduação que trabalham sistematicamente os conteúdos do livro a ser traduzido, mais cerca de 16 discentes de pós-graduação. No projeto 'Saberes locais em circulação Global' podemos estimar como público diretamente beneficiado os docentes e discentes envolvidos nos Programas de Pós-graduação strictu-sensu da UFMT. São nove programas de doutorado, 6 programas de doutorado interinstitucionais e 32 programas de mestrado. Além dos diretamente beneficiados, os inúmeros leitores que vão se beneficiar da interlocução gerada pelas publicações dos resultados das pesquisas produzidas na UFMT. Em nossas consultas aos coordenadores de programas de pós-graduação, os consultados foram unânimes em afirmar que o programa seria de grande auxílio e que um dos grandes empecilhos à publicações internacionais tem sido os altos custos envolvidos na elaboração de traduções. Portanto os números do público potencialmente beneficiado foram obtidos por um cálculo que sub-estima o alcance do projeto. Por exemplo, suponhamos que de todos os programas de pós-graduação, incluíssemos no cálculo apenas os programas de doutorado, trabalhando com a hipotese de no mínimo 10 professores por programa serem beneficiados e que cada um desses professores possua em média 4 orientandos. Aí já contaríamos 90 professores e 360 discentes de pós-graduação. Este cálculo é apenas uma base de referência, pois não seria possível determinar o alcance preciso em termos de número de leitores que este programa poderia atingir.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   estudosdaalteridadetraducao@gmail.com
«« Voltar