«« Voltar
Parceiros de Fibra: Entrelaçando vidas e ressignificando histórias (Cópia) 03-03-2014
Protocolo do SIGProj:   173720.790.11167.10032014
De:01/04/2014  à  19/12/2014
 
Coordenador-Extensionista
  Clarisa Terezinha Guerra
Instituição
  UFMT - Universidade Federal de Mato Grosso
Unidade Geral
  ICHS/CUR - Instituto de Ciências Humanas e Sociais/CUR
Unidade de Origem
  CPSICOLOGIA/CUR - Curso de Psicologia/CUR
Resumo da Ação de Extensão
  O projeto aproveitamento resíduos do pseudocaule da bananeira e desenvolve atividades desde 2008 em Rondonópolis/MT, pela iniciativa do Curso de Psicologia/CUR/UFMT. Iniciou com oficinas de artesanato no bairro Cidade de Deus, com proposta aprovada pelo PROEXT Cultura-2007, voltado somente a mulheres ('as Parceiras de Fibra'), embora alguns homens tenham se envolvido com as atividades. Em 2009 ofereceu oficinas abertas à comunidade em espaço do CUR e no Assentamento Fazenda Esperança. Devido ao interesse dos agricultores e agricultoras do Assentamento, em 2010 a proposta foi ampliada, com a participação de discentes e docentes de outros cursos do campus e com o financiamento do CNPq e em parceria com a EMPAER/MT. Em 2011 voltou a ser apresentado como atividade da área da Psicologia, com interações principalmente entre como a Educação e Saúde, em função da especificidade da atividade. O projeto constitui o grupo 'Parceiros de Fibra', constituído pelas pessoas interessadas, estando aberto a todos que desejam conhecer e/ou aprender. Em 2012 as atividades também foram desenvolvidas ano Centro Cultural José Sobrinho e na Vila Paulista, em Rondonópolis / MT . Em 2013 desenvolveu atividades no CUR/UFMT, na Casa Esperança - Unidade II, em uma escola pública municipal e uma escola pública estadual em , bem como no CAPS-ROO, além das oficinas desenvolvidas em outros municípios do Estado de MT. Certificado como tecnologia social, visa desenvolver competêncais, resgatando atividades tradicionais integradoras, sociais e autoexpressivas, que respeitam a cultura e a subjetividade.
Palavras-chave
   Artesanato, Fibras Naturais, Interações Sócio-Culturais, Qualidade de Vida.
Público-Alvo
  - O público alvo atendido pelo projeto já é bastante diversificado, crianças, jovens, adultos e idosos, em diferentes contextos (escolas, comunidade terapêutica, ...) - No ano de 2014 pretende-se atender os artesãos que estabeleceram vínculo com o projeto, pessoas de comunidades urbanas e do assentamento Fazenda Esperança, com encontros no CUR /UFMT e visitas domiciliares, bem como com a sua inserção em outros locais em que o projeto é desenvolvido. Pretende-se manter as atividades de acordo com a disponibilidade da equipe para atender solicitação do CAPS, escolas públicas e Casa Esperança - Unidade II, com oficinas semanais e / ou cursos de menor carga horária. - As oficinas em outros municípios do interior do Estado são desenvolvidas pelos ex-bolsistas e multiplicadores da proposta do projeto.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   - Coordenação do projeto. - Secretaria do Curso de Psicologia. - Instituições parceiras.
«« Voltar