«« Voltar
Estudo do comportamento térmico e metalúrgico da liga Nitinol
Protocolo do SIGProj:   173233.801.123064.27022014
De:31/03/2014  à  31/03/2015
 
Coordenador-Extensionista
  Fabiana Lopes da Silva
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Caxias do Sul - Câmpus Caxias do Sul - Pesquisa
Unidade de Origem
  P&I - Pesquisa e Inovação
Resumo da Ação de Extensão
  O Nitinol pode ser conceituado como uma liga metálica de Níquel e Titânio, binária, bifásica, biocompatível, aproximadamente equiatômica, classificada como material aloplástico e utilizado na segunda e terceira geração dos biomateriais, principalmente na odontologia, em fios ortodônticos, na ortopedia, em grampos para ossos e, na cardiologia em implantes em vasos sanguíneos (stends). O Nitinol era, inicialmente, uma liga martensítica estabilizada apresentando baixa rigidez. Hoje, no mercado, há a liga austenítica ativa super elástica e a liga martensítica ativa termo ativada. Muitas desta ligas apresentam o efeito memória de forma (EMF) em função de promoverem sua mudança de fases em resposta à mudança de temperatura ou a aplicação de tensões mecânicas. Trata-se uma liga de grande importância tecnológica e seu comportamento metalúrgico pode ser estudado e compreendido através do conhecimento de suas transformações de fases nas diferentes temperaturas de trabalho. Neste sentido, propõe-se, neste projeto, o estudo das transformações de fases da liga NiTi através de pontos críticos de transformação utilizando calorimetria diferencial de varredura (DSC).
Palavras-chave
   Nitinol, DSC, Transformações de Fases, Biomateriais
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade CONCLUÍDA
Contato
  
«« Voltar