«« Voltar
Uma folha sem cortes: A Matemática dos origamis
Protocolo do SIGProj:   173026.798.195724.24022014
De:31/03/2014  à  30/12/2014
 
Coordenador-Extensionista
  Adriano Beluco
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Restinga - Câmpus Restinga - Extensão
Unidade de Origem
  EXT - Extensão
Resumo da Ação de Extensão
  Origami é a arte japonesa de dobrar uma folha de papel, geralmente de formato quadrangular e sem cortes. De tradição milenar, a cultura japonesa de dobraduras, ao contrário do que muitos autores afirmam, não possui restrições a pequenos cortes quando de suas construções. Existem milhares de figuras que podem ser representadas através de dobraduras. A maioria retrata animais, plantas ou objetos inanimados. Criado no Japão, o origami (ori: papel e kami: dobrar, segundo Lang (2003)) tem sido praticado por pessoas no mundo inteiro. Inglaterra, França, Alemanha, Estados Unidos da América, Argentina, Cingapura e Brasil são alguns dos maiores centros de criação de novos origamis. Muitos descrevem as qualidades geométricas nas dobraduras dos origamis. Outros as refutam, apontando as dobraduras como uma bela forma de arte. O certo é que tais figuras carregam um tanto de Matemática e um tanto de Arte, fundindo as mais belas características de ambas as áreas. Este projeto visa o uso de origamis na elaboração de propostas didáticas para a disciplina de Matemática a serem utilizadas como recurso de ambiente intraescolar para o ensino médio.
Palavras-chave
   origami, matemática, cultura
Público-Alvo
  Alunos dos cursos integrados ao ensino médio do câmpus Restinga
Situação
  Atividade CONCLUÍDA
Contato
   adriano.beluco@restinga.ifrs.edu.br
«« Voltar