«« Voltar
Infecção assintomática por Leishmania sp.: aspectos parasitológicos, imunológicos e parasitários
Protocolo do SIGProj:   172701.847.155290.25062014
De:28/02/2014  à  29/03/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Adriana de Oliveira França
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  FAMED - Faculdade de Medicina
Unidade de Origem
  PPGDIP - Programa de Pós-Graduação em Doenças Infecciosas e Parasitárias
Resumo da Ação de Extensão
  A leishmaniose é considerada uma zoonose endêmica em pelo menos 21 estados brasileiros, incluindo o Mato Grosso do Sul (MS). A transmissão transfusional da parasitose vem sendo relatada com certa relevância em vários países, merecendo destaque o estudo da infecção assintomática na população específica de doadores de sangue. Essa forma clínica da doença tem sido uma preocupação crescente, pois sabe-se que o parasita a qualquer momento pode manifestar-se e passar a se multiplicar com rapidez no sistema monocítico fagocitário humano, dependendo de fatores como estado imunológico e nutricional do paciente. A presente proposta está baseada na detecção do DNA e do RNA do parasita, bem como a avaliação das citocinas que podem ser usadas como marcadores em estudos epidemiológicos nesta população. Além disso, o acompanhamento do quadro evolutivo da infecção permitirá investigar os casos de progressão para a doença, a quantificação dos parasitas e a identificação de sua expressão gênica.
Palavras-chave
   leishmaniose visceral, DNA, RNA, assintomáticos, doadores
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade CONCLUÍDA
Contato
  
«« Voltar