«« Voltar
Desenvolvimento de ações de pesquisa, ensino e extensão no âmbito da vigilância em saúde, em conjunto com a rede amparo ao trabalhador: contribuindo para as ações de prevenção de acidentes de trabalho no trânsito no município da Vitória de Santo Antão (Ano 2).
Protocolo do SIGProj:   169806.807.34003.24012014
De:14/03/2014  à  14/01/2015
 
Coordenador-Extensionista
  Simara Lopes Cruz
Instituição
  UFPE - Universidade Federal de Pernambuco
Unidade Geral
  CAV - CENTRO ACADÊMICO DE VITÓRIA
Unidade de Origem
  ENFERMAGEM - NÚCLEO DE ENFERMAGEM
Resumo da Ação de Extensão
  O programa - Desenvolvimento de ações de pesquisa, ensino e extensão no âmbito da vigilância em saúde, em conjunto com a rede amparo ao trabalhador: contribuindo para as ações de prevenção de acidentes de trabalho no trânsito no município da Vitória de Santo Antão.– vem contribuindo na educação interinstitucional acadêmico e serviço fomentando grupos de aprendizagem tutorial no âmbito da Vigilância em Saúde caracterizando-se como instrumento para qualificação em serviço dos profissionais da saúde, bem como de iniciação ao trabalho e vivências direcionadas aos estudantes dos cursos de graduação na área da saúde, de acordo com as necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS), tendo em perspectiva a inserção das necessidades dos serviços como fonte de produção de conhecimento e pesquisa nas instituições de ensino. O Centro Acadêmico da Vitória, unidade da Universidade Federal de Pernambuco, juntamente com a Secretaria Municipal de saúde da Vitória de Santo Antão, elaboraram conjuntamente o presente projeto para inovar nos cuidados à população que está exposto a ocorrência de acidentes de trânsito, o que tem gerado grandes lesões e até mesmo afastamentos permanentes por estas ocorrências. O Projeto junto a Vigilância em Saúde e a Secretaria de Saúde de Vitória de Santo Antão, estão estruturados com grupos PET/VS que já iniciam realizando estas atividades junto ao município em parceria com a universidade , composto por docentes tutores, preceptores e estudantes bolsistas-monitores. Esses grupos serão formados de forma seletiva através daquilo que preconiza as normas vindouras do processo d participação deste projeto.
Palavras-chave
   Vigilância em Saúde, Saúde do Trabalhador, Acidentes de Trânsito
Público-Alvo
  O resgate da vigilância em saúde do trabalhador pelo campo de ação da saúde pública intencionou considerar os diversos determinantes sociais envolvidos com a relação da saúde com o consumo, o trabalho, o meio ambiente e até mesmo como desenvolvimento. Nesse contexto, a incorporação de uma vigilância de processos produtivos (VASCONCELLOS, 2007), partindo da vigilância em saúde do trabalhador já instituída, configura uma maior integralização do olhar da vigilância sanitária sobre os complexos produtivos, onde repousa grande parte das fontes de adoecimento da população. Desde a promulgação da Constituição Federal, das constituições estaduais logo a seguir e da Lei Orgânica da Saúde, em1990, várias iniciativas foram sendo tomadas para institucionalizar a vigilância em saúde do trabalhador no âmbito do SUS (VASCONCELLOS,2007,p.281). Fato relevante para a institucionalidade da Visat foi a emissão, em 1 de julho de1998, da portaria MS n.º3.120 (Instrução Normativa de Vigilância em Saúde do Trabalhador no SUS), cujo propósito era fornecer subsídios básicos para o desenvolvimento de ações de Vigilância em Saúde do Trabalhador (...) instrumentalizar (...) os setores responsáveis pela vigilância e defesa da saúde, nas Secretarias de Estados e Municípios, de forma a incorporarem em suas práticas mecanismos de análise e intervenção sobre os processos e os ambientes de trabalho (BRASIL, 1998, p.2). Embora a portaria MS n.º3.120/98 traga um conjunto de informações fundamentais para o desencadeamento de ações de Visat, a forma de aplicabilidade das recomendações expostas não considera a adoção de um eixo pedagógico que seja capaz de traduzir as suas determinações na prática concreta das ações. Assim, este trabalho partiu da hipótese de que não existe uma metodologia consolidada de capacitação, em consonância com os princípios da Visat no SUS, voltada para profissionais de vigilância em saúde e representantes de categorias de trabalhadores. A proposta de criação de um eixo pedagógico foi baseada em capacitações de Visat que vêm sendo efetuadas há vários anos, em vários estados brasileiros, cuja observação empírica denota sua adequação ao campo da saúde do trabalhador (VASCONCELLOS, 2007, p.289; p.292). Para tanto, definiram-se as bases teórico-conceituais a serem utilizadas no eixo pedagógico, tais como aquelas oriundas do Movimento Operário Italiano, de onde emerge o próprio conceito de saúde do trabalhador, e aquelas relacionadas à educação problematizadora, hoje, utilizada como paradigma da educação permanente do SUS; avaliaram-se aspectos relevantes que sobressaíram nos cursos já realizados; e, por fim, descreve-se-á a metodologia proposta com base nessas observações.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   Coordenador e vice-coordenador do projeto
«« Voltar