«« Voltar
Ver e não Ver: corpo e subjetividade entre pessoas com cegas e com baixa visão (Cópia) 16-11-2010 (Cópia) 14-11-2011 (Cópia) 21-12-2012 (Cópia) 16-01-2014
Protocolo do SIGProj:   169744.781.48829.17012014
De:02/03/2014  à  31/12/2014
 
Coordenador-Extensionista
  Marcia Oliveira Moraes
Instituição
  UFF - Universidade Federal Fluminense
Unidade Geral
  EGH - Instituto de Ciências Humanas e Filosofia
Unidade de Origem
  GSI - Departamento de Psicologia
Resumo da Ação de Extensão
  O Programa de Extensão (PPEX) Ver e não Ver: corpo e subjetividade entre pessoas com deficiência visual visa realizar ações extensionistas no campo da deficiência, articulando ensino, pesquisa e extensão. As ações são voltadas para as pessoas com deficiência visual, para seus familares e profissionais que atuam nesta área. O PPEX se realiza através de parcerias interinstiucionais com o Instituto Benjamin Constant,e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRF/Instituto de Psicologia e UFRJ/Curso de Graduação em Dança) e a Faculdade Escola Angel Vianna. Destacamos algumas das ações extensionistas que são realizadas neste PPEX: a) Oficinas de experimentação corporal com pessoas com deficiência visual (solicitada 1 bolsa de extensão). b) Grupos de estudos com profissionais que atuam no campo da deficiência visual. c) O Ces vai à Escola: Deficiência, corpo e exclusão social. Ação Extensionista internacional, a ser realizada no Centro de Estudos Sociais (CES), da Universidade de Coimbra. (solicitada uma bolsa de extensão internacional). A metodologia do PPEX é baseada na participação efeitiva da pessoa com deficiência visual na elaboração e na critica das ações extensionistas. No total, solicitamos 3 bolsas de extensão, uma para o PPEX Ver e não Ver; e mais duas para as ações de extensão que se vinculam ao PPEX: Oficina de experimentação corporal e O Ces vai à escola (bolsa de extensão internacional).
Palavras-chave
   deficiência visual, inclusão, subjetividade, corpo
Público-Alvo
  Público alvo do PPEX envolve: pessoas cegas e com baixa visão; familiares das pessoas cegas e com baixa visão; funcionários e docentes do IBC; alunos do curso de graduação em Psicologia da UFF.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
   percebersemver@yahoogrupos.com.br
«« Voltar