«« Voltar
Assistência interdisciplinar a alcoolistas no Município de Vitória de Santo Antão - PE: um resgate à sociedade (Cópia) 17-02-2013 (Cópia) 27-12-2013
Protocolo do SIGProj:   169095.807.33851.22012014
De:14/03/2014  à  14/12/2014
 
Coordenador-Extensionista
  Keila Fernandes Dourado
Instituição
  UFPE - Universidade Federal de Pernambuco
Unidade Geral
  CAV - CENTRO ACADÊMICO DE VITÓRIA
Unidade de Origem
  NUTRIÇÃO - NÚCLEO DE NUTRIÇÃO
Resumo da Ação de Extensão
  O alcoolismo é um dos maiores problemas de saúde pública no mundo, devido suas conseqüências socioeconômicas, repercussões tóxicas sobre órgãos e tecidos desencadeando diversos mecanismos deletérios e diversas conseqüências sociais negativas. Propõe-se atender os pacientes do hospital APAMI (Associação de Proteção a Maternidade e a Infância), na sua maioria de sexo masculino, com idade entre 19 e 65 anos, oriundos de Vitória de Santo Antão e cidades circunvizinhas, além da capital, como, também, atendimento a clientela indígena (FUNAI), composta na sua maioria por desempregados, analfabetos. As atividades desenvolvidas no projeto estarão pautadas na educação popular em saúde e nos referenciais teóricos de Nutrição e Enfermagem, sendo realizadas através de diagnóstico situacional, procurando identificar o perfil sócio-demográfico, o nível de dependência alcoólica e o estado nutricional dos usuários. Espera-se que por meio do projeto exista incremento no tratamento de usuários de álcool; cultura no acadêmico do planejamento, organização, participação e avaliação de atividades educativas a usuários de álcool; incentivo entre os estudantes ao trabalho interdisciplinar, bem como à produção acadêmica; observação e caracterização do estágio motivacional da clientela atendida; tratamento do abuso de álcool e reabilitação psicossocial, educação sobre alimentação e nutrição, como também a importância do conceito de família para essa população.
Palavras-chave
   alcoolismo, saude, nutrição, enfermagem, família
Público-Alvo
  Na sua maioria são pessoas de sexo masculino, com idade entre 19 e 65 anos, oriundos de Vitória de Santo Antão e de cidades circunvizinhas, além de pessoas provenientes da capital, região metropolitana e outras cidades do Agreste e Sertão, como também atendimento a clientela indígena (FUNAI). A maioria de nossa clientela é composta por desempregados, analfabetos e uma minoria apresenta instrução de nível fundamental, médio ou superior. Com relação a ocupação profissional, um maior percentual dedica-se ao trabalho agrícola, auxiliar de pedreiro, marceneiros, mecânicos e artesões, entre outros. Identificamos ainda alguns aposentados do serviço publico. Procuram o serviço em estado de déficit nutricional grave, com sintomas da fase de abstinência alcoólica: delírios, tremores, dores epigástricas, desorientação, alucinações, transtornos de comportamento e muitos outros compatíveis com a abstinência. Verificamos que a maioria de nossa clientela recebe o apoio da família, enquanto outros são moradores de rua. O grupo do Projeto atenderá os pacientes no hospital em horário previamente combinado com os participantes respeitando o horário das aulas na Universidade. São 38 pacientes internos e o tempo de internação é, geralmente, de 60 dias. Portanto, espera-se que a população-alvo (pacientes) diretamente atendida ao longo da execução do projeto (10 meses) seja de aproximadamente 190 indivíduos, além de seus familiares. Soma-se a estes a equipe de execução (17) entre docentes e discentes e ainda os profissionais da Instituição (8).
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar