«« Voltar
Implementação do Programa de Boas Práticas de Fabricação em Centros Educacionais Infantis de Barra do Garças – MT
Protocolo do SIGProj:   167140.790.10553.10022014
De:30/04/2014  à  30/12/2014
 
Coordenador-Extensionista
  Keily Alves de Moura Oliveira
Instituição
  UFMT - Universidade Federal de Mato Grosso
Unidade Geral
  ICET / CUA - Instituto de Ciências Exatas e da Terra / CUA
Unidade de Origem
  CENGAL - Coordenação do Curso de Engenharia de Alimentos
Resumo da Ação de Extensão
  As doenças transmitidas por alimentos (DTA) podem desencadear um quadro clínico leve, severo, ou até mesmo a morte, principalmente no caso de grupos de risco, como crianças, idosos e/ou pessoas imunodeprimidas. Diversos fatores são responsáveis por riscos de contaminação de alimentos nas creches e escolas podendo ser citados: preparo dos alimentos com muita antecedência, e condições de higiene inadequadas no local de preparo. Assim, além da preocupação com aspecto nutricional do alimento, os serviços de alimentação e nutrição infantil devem adotar métodos que avaliem a qualidade higiênico-sanitária das refeições servidas. A implantação das Boas Práticas de Fabricação (BPF) constitui o primeiro passo a ser dado por qualquer empresa que manipule alimentos para assegurar uma produção segura e com qualidade. Fazem parte das BPF uma série de normas e regras que abrangem desde a obtenção das matérias-primas até a estocagem e expedição dos produtos elaborados. Neste sentido, o presente projeto pretende avaliar as condições higiênico-sanitárias dos locais de produção das refeições em Centros Educacionais Infantis de Barra do Garças – MT, e implementar um programa de Boas Práticas de Fabricação nestes centros educacionais infantis.
Palavras-chave
   Boas Práticas de Fabricação, Ciência dos Alimentos, Higiene dos Alimentos
Público-Alvo
  Diretores, professores e manipuladores de alimentos de dois Centros Educacionais Infantis.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   Direto com a direção de cada Centro Educacional Infantil e através de 'chamadas públicas' no site 'http://araguaia.ufmt.br' na aba 'Últimas Notícias'.
«« Voltar