«« Voltar
Seminários Marçal Tupã'i: ano 31.
Protocolo do SIGProj:   163647.794.126239.24062014
De:31/10/2014  à  27/11/2015
 
Coordenador-Extensionista
  Neimar Machado de Sousa
Instituição
  UFGD - Universidade Federal da Grande Dourados
Unidade Geral
  FAIND - Faculdade Intercultural Indígena
Unidade de Origem
  L.I.I. - Licenciatura Intercultural Indígena
Resumo da Ação de Extensão
  O seminário Marçal Tupã'í tem por objetivo promover a reflexão acadêmica e articular ações de pesquisa e extensão relacionadas ao tema da violação de direitos dos povos indígenas, especialmente Guarani e Kaiowá, e suas implicações na educação escolar indígena. Nesse contexto, a lembrança do caso do assassinato do líder guarani Marçal de Souza, em 25 de novembro de 1983, é emblemática da longa duração das estratégias de subalternização dos povos indígenas na América Latina. Entre os meios coloniais dessa subalternização está a negação da diferença, inferiorizando-a, e a produção de identidades com vistas à exclusão da diversidade cultural. Assim, a violação do direito à vida de muitos indígenas, além de Marçal, resulta de um processo secular de expropriação territorial em razão do confronto entre duas visões de mundo: a terra como fator produtivo, no caso da economia capitalista, e como território humanizado, na cosmovisão indígena.
Palavras-chave
   Violência, povos indígenas, Guarani, Marçal de Souza.
Público-Alvo
  Participação de professores que atuam na educação escolar indígena e acadêmicos Kaiowá e Guarani da Licenciatura Intercultural Indígena Teko Arandu da UFGD, além de membros dos movimentos sociais, parlamentares e lideranças indígenas.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   Neimar Machado de Sousa, 9242-9135, 3410-2621.
«« Voltar