«« Voltar
Repensar os espaços de negritude na região sul: diagnóstico e capacitação de gestores dos Clubes Sociais Negros
Protocolo do SIGProj:   135913.711.96170.18062013
De:05/07/2013  à  19/07/2013
 
Coordenador-Extensionista
  Cassiane de Freitas Paixao
Instituição
  FURG - UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE
Unidade Geral
  UE - Unidades Educacionais
Unidade de Origem
  ICHI - Instituto de Ciências Humanas e da Informação
Resumo da Ação de Extensão
  Esse trabalho parte de uma perspectiva mais abrangente , a de implementar pesquisas que evidenciem a presença do negro em Rio Grande, cobrindo uma lacuna da produção acadêmica, principalmente do desaparecimento de marcas materiais e imateriais, como por exemplo: a destruição dos prédios que eram sede dos clubes negros do município, a formação das primeiras escolas de samba e as manifestações culturais como utilização de instrumentos de percussão. Partimos para a identificação e discussão dos clubes sociais negros como um espaço social onde grupos e instituições estiveram situados, com propriedades de agentes sociais que representaram seu papel no espaço real (BOURDIEU, 2004). Desse modo, o presente projeto tem como atividades:Identificar os clubes sociais negros da região sul e suas atividades; Pensar e analisar os clubes sociais como espaços sociais e culturais de negritude; Refletir sobre perspectivas culturais junto aos clubes sociais e à comunidade da região; Incentivar dinâmicas sociais da cultura negra e dos espaços de negritude.
Palavras-chave
   clubes sociais, negritude, cultura negra
Público-Alvo
  o curso destina-se às diretorias dos clubes sociais negros da região sul do Estado, bem como interessados em discutir os clubes negros como espaços sociais
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
   encontroclubesnegrosrs1@gmail.com
«« Voltar